sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Li O Procurado

Saudações,

Acabei de ler a Graphic Novel do "O Procurado", no qual foi baseado o filme homônimo. Até antes de ler o final dele estava com uma visão extremamente negativa da estória, para ser mais claro, estava achando uma bela porcaria.

A estória original fora as primeiras páginas é totalmente diferente do roteiro do filme, sim, no gibi ele também é um mané qualquer que descobre depois que o pai é morto que ele é na realidade parte de uma fraternidade, mas diferentemente do filme, essa fraternidade é uma espécie de liga da justiça invertida. São super vilões, perdi logo nos primeiros capítulos a contagem de corpos trucidados pelo personagem principal. Ele sente o prazer de ser mal, muito mal. Inclusive atacando universos paralelos. Não há nada de tear do destino ou coisa parecida, eles são simplesmente super vilões que conseguiram vencer a guerra com os super heróis que agora estão extintos.

Inclusive é de um tremendo mal gosto os personagens ficarem conversando através de palavrões no mesmo nível do "Filme do Batima (Feira da Fruta)". Não vou incluir o link para ele por achar demasiado chulo, quem quiser assistir, que procure no google. Acho que não um quadrinho na revista sem que nele esteja escrito um palavrão que muitas vezes nem faz sentido no contexto da estória. Em alguns momentos me lembrei dos quadrinhos do Lobo (em especial aquele em que o coelho da páscoa contrata ele para matar o Papai Noel, um clássico).

Aqui vou abrir um parenteses, para todo bom leitor de quadrinhos, fica óbvio, apesar de sutíl, que ele brinca com o universo DC, a própria Fox (Angelina Jolie no filme) é desenhada igualzinha à Halle Berry no sofrível filme da Mulher Gato (vencedor do Framboesa de Ouro, que é uma espécie de oscar para os piores filmes do ano), e em certo momento um vilão diz tê-la roubado do "maior detetive do mundo", o que é uma clara referência ao Batman. Fecho o parênteses.

Início do Spoiler (marque pra ler):
Mas ao ler o último capítulo (não sei como aguentei chegar até ele, affe), ele tira um certo "sarro" do leitor, como se a vida sem sentido de mané que ele levava até então representa nada mesmo que a vida de quem esta lendo essa estória. Ou seja, o verdadeiro mané era eu! Que perdi meu tempo lendo essa porcaria de quadrinhos e que agora irei fechá-la, enquando ele todo poderoso continuará se divertindo matando todos que lhe der na telha, e eu voltarei pra minha vidinha de mané. Sim, o autor pegou a todos nós.
Fim do Spoiler:

Nota: Antes do final: 1 Após o final: 5

Até+, vou tentar escrever um post mais construtivo na próxima. Affe.

Um comentário:

Arthur disse...

ok ok admito.
Sou o responsável por este post do Glaucio... sou o dono dos quadrinho!

Como sou um leitor assíduo, algumas vezes acabo comprando algum material que não tem repercussão positiva.

Relendo o material a impressão é realmente negativa, mas acho que quando comprei os volumes estava passando por uma fase bem revoltada! ehehe bemm mesmo.

mas tenho muita coisa boa acredite!
abraços
Arthur