sábado, 2 de maio de 2009

Li A Sombra do Vento

Olá a todos,

Confesso que estou impressionado, numa época onde livros ditos "literatura de aeroporto" que nos entopem de leitura fácil e sem muita emoção, eis que me deparo com um digno exemplar da verdadeira literatura.

O texto é complexo, intrigante, com muitos momentos de suspense e terror que me fizeram lembrar do jogo para PC Phantasmagoria. A descrição da antiga mansão da família Aldaya é apavorante. Leia a noite antes de dormir :-)

Na estória o filho de um livreiro (Daniel) é levado pelo seu pai para conhecer o Cemitério dos Livros Esquecidos, um local onde são guardados livros de maneira que não desapareçam por completo. Um conceito ao mesmo tempo interessante e curioso, será que existem tais lugares? Onde as obras criadas estão protegidas da total extinção?
Logo ao entrar, lhe é oferecido que escolha um livro qualquer, após passar por todo aquele labirinto que o faz lembrar do mito do Minotauro, ele encontra o livro A Sombra do Vento escrito por um tal de Julián Carax. Após a leitura, ele passa a ficar obcecado por esta obra e seu autor, tentando assim descobrir por que quase ninguém se lembra dele e é praticamente impossível achar outro exemplar, e parte então numa investigação para descobrir o que houve. Então ele se encontrar com uma figura estranha, um tal de Lain Coubert, que esta queimando todos os exemplares que foram impressos do Julián Carax. E o exemplar que ele tinha em mãos era o último. Qual seriam os motivos por trás disso?

Com o passar da investigação passamos para a estória dentro da estória, a cada pessoa que se lembra de alguma coisa, vai contando em flashbacks o que ocorreu num passado cheio de tragédias e complicações.

Devo dizer também que o personagem coadjuvante, Fermin, rouba completamente a cena em vários momentos com sua sagacidade e irreverencia. Excelente contrapeso ao suspense criado.

O livro realmente surpreende, linha a linha, página a página. Não é possível largá-lo. Praticamente não passei por uma página onde lia um frase de impacto, tipo: O livro que lemos é um espelho de nossa alma.

Guillermo Del Toro, se por acaso estiveres lendo este post (quem sou eu para achar que Guillermo Del Toro vai ler meu blog), filme este livro. Não consigo imaginar outro diretor que consiga levar esta obra para as telas do cinema com a fidelidade necessária. Até vou lhe pedir em espanhol:

Guillermo Del Toro, por favor, haga una película de este libro: La Sombra Del Viento.
Minha nota: 9 Já vai pra lista dos meus favoritos ;-)

Não vejo a hora de ler a prequel lançado recentemente: O Jogo do Anjo

La sombra del viento

2 comentários:

Sheila Cristina disse...

Se bem me lembro eu tinha medo de jogar Phantasmagoria... ainda mais no escuro. Logo, se for ler esse livro vai ser durante o dia... rsssss
Pedidos ao Guilhermo Del Toro em espanhol? Affeeee... morro e não vejo tudo :-)
Mas, você já conseguiu adeptos com seu post Glau... Mil gracias (acho eu que é assim :-)

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sheila Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

"The Secret"? Muito bom.
Melhor ainda? "O Segredo para Realizar Seus Sonhos", de Aldo Novak, (editora Ediouro). É todo baseado no "The Secret", mas, na minha opinião, é mais pé no chão. Ele dá a dica que falta no "The Secret" ;-)